Última hora

Última hora

Panamá vira à direita

Em leitura:

Panamá vira à direita

Tamanho do texto Aa Aa

A direita terá obtido uma esmagadora vitória nas eleições presidenciais panamianas. Com 85 % dos votos escrutinados, o magnata Ricardo Martinelli vencia com 59 % dos sufrágios. A confirmar-se, o resultado coloca um termo a uma série de vitórias da esquerda.

Martinelli, proprietário da maior cadeia de supermercados do país, anunciou que pretende constituir um governo de unidade nacional. “Aos membros desta aliança e a todos os homens e mulheres panamianos que pretendem a mudança no país e que querem ajudar nessa mudança eu agradeço sinceramente o apoio”, declarou no discurso da vitória. A festa do partido Mudança Democrática contrasta com a resignação do Partido Revolucionário Democrático de Balbina Herrera, que registava 36 por cento dos votos. A formação de esquerda terá também perdido a maioria na Assembleia Nacional e a autarquia da capital. Os analistas explicam esta mudança do eleitorado com os receios da crise económico-financeira mundial. O Panamá conheceu nos últimos anos um crescimento económico a rondar os 10 % mas estima-se que em 2009 esse progresso poderá ir para os 3 %, em parte explicado com a crise do crédito e as dificuldades sentidas no transporte marítimo.