Última hora

Última hora

Retoma só no fim de 2010, diz Comissão Europeia

Em leitura:

Retoma só no fim de 2010, diz Comissão Europeia

Tamanho do texto Aa Aa

A economia da Eurozona vai ter uma queda pior que a esperada, este ano, segundo as previsões apresentadas agora pla Comissão Europeia.

Bruxelas prevê para este ano uma quebra de 4%, tanto na Zona Euro como no conjunto dos 27 Estados-membros, e uma quebra muito ligeira no próximo ano. Retoma, só na segunda metade de 2010, diz ainda a Comissão, que acrescenta que esta é a pior recessão desde o fim da II Guerra Mundial. Estes números, revistos em baixa, são no entanto melhores que os do FMI, para quem o panorama é ainda mais negro, com quedas de 4,2% este ano e 0,4% no próximo. O comissário Europeu para os Assuntos Económicos, Joaquín Almunia, acredita que depois da tempestade vem a bonança: “Apareceram alguns sinais positivos nas últimas semanas, houve um melhoramento dos mercados financeiros e nas expectativas de negócios, e bons indicadores no que toca, por exemplo, às exportações da Ásia”. Os últimos números mostram que a economia dos 15 países da moeda única pode estar a levantar a cabeça. Um bom indicador é o clima de negócios, que esteve a subir, em Abril, pela primeira vez em 11 meses. O desemprego continua a ser a pedra no sapato da economia europeia. As taxas muito altas, em países como a Espanha e a Irlanda, devem fazer com que a taxa de dezemprego dos Quinze seja de quase 10% este ano e de 11,5% no próximo ano.