Última hora

Última hora

Diplomacia russa rejeita envolvimento no golpe falhado na Geórgia

Em leitura:

Diplomacia russa rejeita envolvimento no golpe falhado na Geórgia

Tamanho do texto Aa Aa

O Governo georgiano declarou ter neutralizado uma tentativa de golpe de Estado que eclodiu esta terça-feira nos arredores de Tbilissi.

O presidente Mikhail Saakashvilli visitou a base militar onde os rebeldes acabaram por se entregar à polícia e anunciou na televisão que o país estava sob controlo. O ministério georgiano do Interior começou por denunciar um plano orquestrado pela Rússia para derrubar Saakashvilli. Uma versão já desmentida por fonte governamental que admite que a intensão dos revoltosos era o boicote às manobras da NATO previstas para esta quarta-feira . A diplomacia russa também rejeita qualquer envolvimento. “Eu ouvi essa informação, e penso que se trata de outra provocação, tanto no âmbito da informação como do campo geo-político. A actual liderança georgiana provou ser adepta deste tipo de provocação. Tenho a certeza de que não é por acaso que esta provocação começou imediatamente antes, apesar dos nosso avisos, das manobras no território da Geórgia que começam a 6 de Maio”. disse Sergei Lavrov, ministro russo dos Negócios Estrangeiros. A oposição georgiana, que há semanas pede nas ruas a demissão do presidente, desistiu de bloquear as estradas junto ao parlamento esta terça-feira, mas continua os protestos na capital da Geórgia. O movimento de contestação tem vindo a crescer desde o conflito entre Tbilissi e Moscovo no ano passado.