Última hora

Última hora

Saakasvili diz que a situação está sob controlo e acusa Rússia

Em leitura:

Saakasvili diz que a situação está sob controlo e acusa Rússia

Tamanho do texto Aa Aa

Clima de incerteza na Geórgia na sequência de uma rebelião militar a Leste de Tbilissi.

O Governo enviou tanques para dominar uma revolta que acusa ter sido financiada pela Rússia e fazia parte de um plano de grande envergadura para dominar o país. O presidente Mikhail Saakashvilli foi à televisão estatal assegurar que a situação já está sob controlo. Numa óbvia alusão a Moscovo, o presidente afirmou que “os que estavam envolvidos no golpe tinham ligações com as forças especiais de um país específico nosso conhecido” e exigiu ao “vizinho do Norte que acabe com as provocações”. O motim ocorreu na base militar de Mukhrovani, a cerca de 20 quilómetros da capital, sendo que as tropas governamentais já terão tomado conta do local e detido o comandante das instalações militares. A tentativa de golpe surge na véspera do início de exercícios militares que a NATO tem previstos realizar na Geórgia. As manobras são vivamente contestadas pela Rússia que, até ao momento, não reagiu oficialmente às acusações de Tbilissi.