Última hora

Última hora

Porsche quer mega-grupo com Volkswagen

Em leitura:

Porsche quer mega-grupo com Volkswagen

Tamanho do texto Aa Aa

A Porsche quer formar um grupo integrado com a Volkswagen. O fabricante alemão de carros desportivos de luxo, que é o principal accionista privado da Volkswagen, diz que quer unir-se ao maior fabricante automóvel europeu e formar assim um mega-grupo responsável por um total de 10 marcas.

A Porsche quer ter a nova empresa formada no prazo de quatro semanas. Depois da Opel, a Saab pode ser a próxima filial da General Motors a ser resgatada pela Fiat. A empresa sueca diz-se disposta a negociar um acordo com os italianos. Por enquanto, não há conversações a decorrer, mas a administração da Saab diz que, se a Fiat quiser entrar em jogo, a Saab aceita, isto enquanto espera um alargamento do período em que está sob protecção da justiça. Sabe-se que a Fiat esteve já reunida com o governo sueco para discutir a situação na Saab e o próximo passo é falar directamente com a empresa e com a casa-mãe General Motors. Entretanto, a BMW, maior fabricante mundial de carros de luxo, teve prejuízo nos primeiros três meses do ano, mas no entanto os números saíram muito melhores que as expectativas, o que fez as acções subirem, na bolsa de Frankfurt. A perda foi de pouco mais de 150 milhões de euros. As vendas devem caír este ano. O grupo não quer, para já, avançar uma previsão para o total do ano, depois ter fechado 2008 com um forte prejuízo, à semelhança da arqui-rival Daimler, casa-mãe da Mercedes.