Última hora

Última hora

Zagreb aceita mediação de Bruxelas para definir fronteira no Golfo de Piran

Em leitura:

Zagreb aceita mediação de Bruxelas para definir fronteira no Golfo de Piran

Tamanho do texto Aa Aa

A Croácia aceitou a proposta de mediação da União Europeia para pôr fim ao conflito fronteiriço com a Eslovénia, em torno do golfo de Piran.

A decisão, que vai permitir o desbloqueio da candidatura croata à adesão aos 27, foi anunciada ontem ao final de uma reunião do governo em Zagreb. O diferendo deverá ser resolvido por uma comissão de arbitragem internacional nomeada por Bruxelas e encarregue de estabelecer a demarcação definitiva da linha de fronteira. O presidente croata afirmou ontem que aceita a proposta de mediação, mas que deverá informar o comissário do alargamento Olli Rehn de algumas objecções ao plano. O conflito fronteiriço na região do golfo de Piran, arrasta-se desde a independência da Eslovénia e Croácia em 1991, com Lubljana a reclamar o acesso às águas internacionais do norte do Adriático. Desde o ano passado, que o governo esloveno utilizou-se do direito de veto no seio dos 27 para bloquear as negociações de adesão da Croácia, de forma a forçar um acordo sobre o tema. O Sim da Croácia abre as portas à adesão à União prevista iniciamente para 2010, a Eslovénia quer, no entanto, resultados concretos antes de retirar o veto.