Última hora

Última hora

Moscovo:chamas atingem 100 metros de altura

Em leitura:

Moscovo:chamas atingem 100 metros de altura

Tamanho do texto Aa Aa

É um dos maiores incêndios dos últimos 20 anos em Moscovo.

Tudo aconteceu pouco depois da meia noite – hora local – na sequência da explosão de uma conduta de gás. As chamas atingiram os 100 metros de altura e propagaram-se aos edifícios vizinhos. As causas do incêndio são, ainda, desconhecidas. A polícia abriu, entretanto, um inquérito para apurar responsabilidades. O autarca de Moscovo, Yury Luzhkov, acredita que na origem da explosão estão problemas técnicos. O combate às chamas contou com trinta e cinco equipas de bombeiros. Segundo um porta-voz dos Serviços de Emergência pelo menos cinco pessoas ficaram feridas, mas não há registo de vítimas mortais. Os danos materiais estão ainda por calcular. Um stand automóvel nas proximidades não escapou à fúria das chamas. Os prejuízos só não foram maiores graças à colaboração dos habitantes.