Última hora

Última hora

Dois suspeitos da Al-Qaeda julgados em Itália

Em leitura:

Dois suspeitos da Al-Qaeda julgados em Itália

Tamanho do texto Aa Aa

A justiça italiana acusou dois homens suspeitos de liderarem células com ligações à Al-Qaeda na Europa.

Os indivíduos estão alegadamente envolvidos no treino de militantes e preparação de atentados bombistas. “Desta vez, penso que pusemos as mãos, aqui em Bari, em duas pessoas de absoluta relevância”, declarou Emilio Marzano, procurador público italiano. Os dois suspeitos já se encontravam detidos na cidade de Bari, Sul de Itália, desde Novembro de 2008 após terem sido condenados por fomentar a imigração ilegal. Bassam Ayachi, de 63 anos, e Raphael Gendron de 34 anos são ambos tidos pela polícia italiana como de nacionalidade francesa. Ayachi e Gendron são acusados de associação criminosa juntamente com uma dezena de outras pessoas entretanto capturadas na Bélgica e em França. Segundo as autoridades italianas os acusados estariam a planear acções terroristas e de guerrilha. Uma das hipóteses seria um atentado contra o aeroporto parisiense de Roissy-Charles de Gaulle. No início do ano, os suspeitos foram condenados a pagar uma multa por incitamento à violência anti-semita através de um site internet islâmico.