Última hora

Última hora

Nissan com prejuízos de dois mil milhões

Em leitura:

Nissan com prejuízos de dois mil milhões

Tamanho do texto Aa Aa

A Nissan apresentou um prejuízo anual, pela primeira vez desde que Carlos Ghosn assumiu a presidência da construtora japonesa, participada pela Renault.

Apesar de tudo, os números agora apresentados são melhores que as previsões. A Nissan teve uma perda de cerca de dois mil milhões de euros no último trimestre do ano fiscal, que terminou em Março. O presidente diz que a crise vai continuar a afectar a empresa: “Ainda não acabou. A situação está melhor do que há dois meses, mas não acho que a crise tenha acabado. Pode vir aí mais uma onda de instabilidade” Nos Estados Unidos, a Nissan está a enfrentar as piores condições de mercado dos últimos 30 anos, o que fez Ghosn lançar um programa de corte de custos, reduzindo a produção e eliminando postos de trabalho. O executivo franco-brasileiro acumula as presidências da Nissan e da casa-mãe Renault. Para este ano, o grupo prevê um novo prejuízo e uma queda de 18 por cento nas vendas.