Última hora

Última hora

Assuntos pendentes e direitos das mulheres

Em leitura:

Assuntos pendentes e direitos das mulheres

Tamanho do texto Aa Aa

Pergunta: “A pergunta é: se vamos conseguir, com esta eleição, que tudo o que ficou pendente nesta legislatura vã em frente. E, sobretudo, se vamos conseguir que o novo Parlamento de um passo em frente em tudo o que tem a ver com a igualdade da mulher.”

Resposta: “Pascal Delwit, professor de Ciências Políticas na Universidade Livre de Bruxelas. De facto, quando uma legislatura se termina, o que é o caso agora, tudo o que tinha sido começado e que não foi terminado vai, obviamente, ter de ser concluído na nova legislatura. E o resto do trabalho, recomeça, outra vez, quase do zero. Será possível melhorar as coisas em matéria de direitos das mulheres? Esta não é uma competência exclusiva do Parlamento Europeu. O Parlamento não tem direito de iniciativa nesta matéria. Por isso, depender de vários elementos. A começar, claro, pela composição da futura Comissão, do seu presidente – pode ser Durão Barroso que seja reconduzido no cargo, mas pode ser também outra pessoa qualquer. E depende também, claro, da composição do próprio Parlamento Europeu assim como do estado da opinião representada nos executivos nacionais.”