Última hora

Última hora

Conselho de Segurança da ONU preocupado com situação humanitária no Sri Lanka

Em leitura:

Conselho de Segurança da ONU preocupado com situação humanitária no Sri Lanka

Tamanho do texto Aa Aa

A situação humanitária no Sri Lanka é motivo de extrema preocupação para os membros do Conselho de Segurança das Nações Unidas.

Os 15 membros do órgão da ONU adoptaram por unanimidade o texto de uma declaração proposta pela Áustria, França e Reino Unido. Em conferência de imprensa, o presidente em exercício do órgão, Vitaly Churkin leu a declaração. “Os membros do Conselho de Segurança condenam os Tigres de Libertação do Tamil Eelam por muitos anos de actos terroristas e pelo uso sistemático de civis como escudos humanos e reconhecem a legitimidade do governo do Sri Lanka para combater o terrorismo. No entanto, estão seriamente preocupados com os relatórios que dão conta de uma contínua utilização de artilharia pesada em áreas de grande concentração de civis e esperam que o governo do Sri Lanka respeite os seus compromissos.” No início do ano, as forças governamentais do Sri Lanka reforçaram a ofensiva contra a guerrilha dos Tigres Tamil, encurralando-os numa faixa costeira de apenas quatro quilómetros quadrados, juntamente com cerca de 50 mil civis. De acordo com fontes médicas, pelo menos 50 civis morreram no bombardeamento de quarta-feira sobre o único hospital da zona de conflito, atingido por artilharia das forças governamentais pela segunda vez em dois dias.