Última hora

Última hora

Escândalo das despesas afasta membro do Governo britânico

Em leitura:

Escândalo das despesas afasta membro do Governo britânico

Tamanho do texto Aa Aa

O escândalo dos reembolsos das despesas dos parlamentares britânicos continua a fazer vítimas.

Desta vez o envolvido é um membro do Governo trabalhista. O secretário de Estado da Justiça Shahid Malik foi suspenso do cargo na sequência de uma investigação às suas despesas pessoais. O governante diz-se inocente: “Não estamos a falar de uma piscina, não é um corte de ténis, um fosso à volta do castelo, ou uma pista para o helicóptero. Essas são despesas dos senhores conservadores. Os habitantes da minha circunscrição não compreenderiam isso”, concluiu. Malik foi investigado depois de publicada uma notícia segundo a qual lhe terá sido reembolsada uma soma equivalente a 75.000 euros ao longo de três anos, pelo aluguer de uma residência secundária em Londres. Ao mesmo tempo o secretário de estado não pagaria mais do que 112 euros por semana pela sua residência principal, fora da capital. Os escândalos das ajudas de custo desgastam cada vez mais a imagem do Governo trabalhista de Gordon Brown.