Última hora

Última hora

Protestos em Bruxelas pedem transparência ao Sri Lanka

Em leitura:

Protestos em Bruxelas pedem transparência ao Sri Lanka

Tamanho do texto Aa Aa

Um palco de protesto frente ao edifício da Comissão europeia, em Bruxelas.

Refugiados Tamil pedem aos congressistas europeus para que investiguem o que se passa no Sri Lanka em matéria de direitos humanos. “Nós só queremos pedir à União Europeia que vão lá e vejam o que se passa! Não basta dizer párem a guerra. Não queremos só isso. Estamos a dizer acreditamos em vós, só podemos contar convosco. A ONU afirma que mais de 6 mil civis foram mortos desde Janeiro nesta guerra e mais de 300 mil pessoas sofrem de privações de todo o tipo. Representantes das Nações Unidas denunciam também que as autoridades cingalesas não estavam preparadas para o grande fluxo de civis que tiveram que deixar suas casas. Os Campos de refugiados internos foram sobrecarregados para acomodar o primeiro grande fluxo desencadea pelo início dos combates, mas numa boa parte deles não existem abrigos nem condições de vida, aqui as pessoas carecem de água, alimentos e de cuidados de saúde. Os jornalistas foram autorizados a visitar apenas um campo modelo perto da zona de guerra no norte do Sri Lanka que acolhe 180 mil refugiados.