Última hora

Última hora

Primeira baixa do escândalo das ajudas de custo

Em leitura:

Primeira baixa do escândalo das ajudas de custo

Tamanho do texto Aa Aa

Submetido a uma moção de censura o presidente da Câmara do Parlamento britânico apresentou a sua demissão diantes dos parlamentares.

É a primeira baixa política depois das revelações sobre o abuso de ajudas de custo por parte dos deputados que agitam a política britânica nos últimos dez dias. “Desde que cheguei a esta casa, há 30 anos, sempre acreditei que o Parlamento é melhor quando está unido, para manter essa unidade tomei a decisão de me demitir e deixo o cargo no dia 21 de Junho. Esta decisão permite eleger um novo presidente no dia 22. É tudo o que tenho para dizer sobre esta matéria” É a primeira demissão de um presidente da Câmara dos Comuns desde 1695, há três séculos. Martin reuniu-se depois com os líderes dos grandes partidos para discutir a reforma do sistema de apresentação de despesas dos deputados, cuja divulgação foi proibida todos este anos depois de uma batalha jurídica travada pelo próprio presidente demissionário. O escândalo que implica deputados de todos os partidos está a ser aproveitada pelo lider da oposição. A um ano do fim da legislatura de Gordon Brown, David Cameron pede a realização de eleições antecipada e quer 4 de Junho um “referendo” ao governo.