Última hora

Última hora

Parlamento britânico debate reformas

Em leitura:

Parlamento britânico debate reformas

Tamanho do texto Aa Aa

Os deputados britânicos começaram a debater reformas de fundo para o funcionamento do Parlamento.

Um debate que surge após a demissão do presidente da Câmara dos Comuns. Michael Martin não resistiu ao escândalo dos reembolsos das despesas dos parlamentares. A atravessar um bom momento nas sondagens, os conservadores pedem eleições antecipadas, que de resto os trabalhistas, no poder, continuam a rejeitar. A imprensa britânica aplaudiu a demissão do speaker mas a generalidade dos jornais defende que, para mudar o sistema, são necessárias medidas de grande amplitude ou mesmo eleições. Outras forças políticas também pedem uma ruptura com o passado. “Essa é a cultura, aliás horrível, agressiva, dominada pelo sexo masculino, é arcaiaca e secreta. Tudo isso tem que mudar, temos de iniciar uma era moderna, de nos ver livres de muitas das convenções que não fazem qualquer sentido para o público em geral”, declarou o liberal democrata Norman Lamb. Há 300 anos que a Câmara dos Comuns não via um presidente bater com a porta. O escândalo das despesas envolve até ao momento as contas de 18 deputados de diferentes partidos. A demissão de Martin é vista como a queda de um símbolo de um sistema velho e um primeiro passo para a credibilização do parlamento britânico aos olhos da opinião pública.