Última hora

Última hora

União Europeia e Rússia confirmam divergências na cimeira de Khabarovsk

Em leitura:

União Europeia e Rússia confirmam divergências na cimeira de Khabarovsk

Tamanho do texto Aa Aa

Continuam por resolver as divergências entre a União Europeia e a Rússia em matéria de política energética. A UE sai da cimeira de Khabarovsk como chegou, ou seja, sem garantias sobre o fornecimento russo.

O encontro terminou sem avanços e com Moscovo, em tom de advertência, a manifestar preocupação com a Parceria Oriental. “Da parte de certos países, esta parceria é entendida como uma parceria contra a Rússia. Com certeza que não me refiro à União Europeia e aos parceiros presentes nesta mesa, trata-se de outros Estados. Portanto, nós não queremos que esta Parceria do Leste se transforme numa parceria anti-russa”, disse o presidente russo Dmitri Medvedev a encerrar o encontro. Por seu lado, o presidente da Comissão Europeia Durão Barroso deixou aberta a porta das conversações mas insiste numa versão revista da Carta Energética. “Nós percebemos claramente que a Rússia não concorda com a Carta Energética na sua forma actual, mas ao mesmo tempo percebemos que a Rússia está pronta para começar um processo de discussão sobre algumas propostas nesta revisão do tratado da Carta Energética”, disse. Moscovo e Bruxelas tinham manifestado intenção de melhorar relações depois dos desentendimentos surgidos no início do ano com a crise energética e antes, com a situação na Geórgia. Uma disputa entre a Rússia e a Ucrânia sobre preços deixou consumidores europeus sem gás durante quase duas semanas em pleno Inverno. A Rússia fornece mais de um quarto do gás que circula pelo velho continente.