Última hora

Última hora

Trabalhadores da FIAT lutam pelos postos de trabalho na Sicília

Em leitura:

Trabalhadores da FIAT lutam pelos postos de trabalho na Sicília

Tamanho do texto Aa Aa

Os trabalhadores da FIAT entraram em greve parcial na fábrica de Termini Imerese na Sicília.

Mobilizados pelos sindicatos os operários receiam pelos postos de trabalho depois de a construtora alemã ter anunciado a intenção de comprar a Opel. A aquisição da fabricante alemã é o elo que falta para fechar a estratégia de Sergio Marchionne director executivo da FIAT que recentemente acertou uma parceria com a Chrysler. A aproximação italiana também preocupa as sindicais alemãs que já manifestaram preferência numa Junção da OPEL ao grupo austríaco-canadiano MAGNA. Muitos Governos regionais alemães levantaram igualmente receios de que a compra da OPEL pela FIAT dê lugar a uma onda de despedimentos em massa. No entanto a última a palavra cabe ao Governo germânico que esta semana deverá revelar publicamente a escolha do novo parceiro da OPEL. Por seu lado Marchionne assegura que a sua proposta de fusão é a única maneira de combater a pior crise que a Indústria automóvel enfrenta em várias décadas.