Última hora

Última hora

Festival acaba em tragédia em Marrocos

Em leitura:

Festival acaba em tragédia em Marrocos

Tamanho do texto Aa Aa

O festival de músicas do mundo Mawazine acabou da pior maneira ontem à noite em Marrocos.

11 pessoas morreram e mais de 30 ficaram feridas, oito delas em estado grave, quando assistiam a um concerto no estádio de Hay Nahda em Rabat, a capital do país. No recinto encontravam-se 70 mil pessoas para ouvir o cantor Abdelaziz Stati quando uma vedação se terá soltado provocando o pânico entre a assistência. As autoridades locais e os serviços de segurança foram rápidas a socorrer as vítimas. “A minha filha está nos cuidados intensivos e eu não encontro palavras para explicar o que sinto. Estou chocado”, declarou o pai de uma das vítimas. O ministério do Interior marroquino ordenou a abertura de um inquérito para apurar as causas do incidente. Cinco mulheres, quatro homens, e duas crianças perderam a vida asfixiados pela multidão contra as barreiras de segurança. O festival Mawazine foi criado em 2001 e constitui um dos principais eventos culturais que todos os anos se realizam em Marrocos. Na edição deste ano participaram cerca de 1.700 artistas marroquinos e estrangeiros.