Última hora

Última hora

Investigação da morte de Hariri apontará para Hezbollah

Em leitura:

Investigação da morte de Hariri apontará para Hezbollah

Tamanho do texto Aa Aa

A investigação sobre o atentado que matou o antigo primeiro-ministro libanês Rafic Hariri apontará agora responsabilidades ao Hezbollah.

A informação é avançada em exclusivo pelo semanário alemão Der Spiegel, que cita fontes próximas do tribunal especial das Nações Unidas constituído para julgar o caso e documentos da comissão de inquérito. As investigações apontam, segundo o jornal germânico, “para uma nova conclusão: não são os sírios, mas forças especiais do Hezbollah” dirigido por Hassan Nasrallah, “que planearam e executaram o diabólico ataque”. O movimento xiita libanês classificou de “fábulas” as revelações do Der Spiegel, que podem afectar profundamente as aspirações do Hezbollah nas legislativas libanesas de 7 de Junho. O jornal alemão avança como possível motivo do assassinato a crescente popularidade de Hariri, um sunita que preconizava uma aproximação com o Ocidente e um mundo árabe moderado, ideais opostos aos de Nasrallah. O tribunal especial da ONU diz não saber onde o Der Spiegel obteve as informações e recusa comentar detalhes da investigação.