Última hora

Última hora

Líderes asiáticos contra extremismo talibã

Em leitura:

Líderes asiáticos contra extremismo talibã

Tamanho do texto Aa Aa

Irão, Paquistão e Afeganistão, juntos contra a droga e o terrorismo.

Os presidentes Asif Ali Zardari e Hamid Karzai estiveram este domingo em Teerão para uma cimeira com o homólogo iraniano. Um encontro após o qual não foram anunciadas quaisquer medidas concretas mas onde foi feita uma declaração para eliminar o extremismo. Numa referência às forças ocidentais, Mahmoud Ahmadinejad defendeu que os problemas da região onde se inserem os três países se devem “àqueles vêm do exterior”. O encontro decorreu numa altura em que prosseguem os combates no Vale de Swat no Noroeste do Paquistão, a zona tribal considerada um bastião dos insurgentes. Ontem, o exército paquistanês entrou pela primeira vez na cidade de Mingora, centro administrativo e de comércio e uma etapa crucial na luta contra os talibãs. As hostilidades obrigaram muitos dos habitantes da cidade e da região a procurar zonas mais seguras. No entanto 20.000 a 30.000 mil pessoas continuam bloqueadas nas suas casas e sem víveres enquanto continuam as operações militares nas ruas. Segundo as Nações Unidas quase dois milhões de pessoas fugiram desde o início da ofensiva militar paquistanesa há quatro semanas. A ONU estima que o afluxo de refugiados no noroeste do Paquistão constitui um alto risco de se transformar em breve numa grave crise humanitária.