Última hora

Última hora

Cientologia enfrenta acusações de fraude que podem conduzir à dissolução em França

Em leitura:

Cientologia enfrenta acusações de fraude que podem conduzir à dissolução em França

Tamanho do texto Aa Aa

A Justiça francesa começou a julgar a Igreja da Cientologia e vários dos seus membros por fraude organizada e prática ilícita da medicina.

Antigos adeptos da cientologia terão gasto milhares de euros em testes de personalidade, vitaminas e supostas medições de “carga mental” com um “electrómetro”, um aparelho considerado inútil por investigadores franceses. O advogado dos queixosos diz que “se estes métodos forem revelados como fraude, é preciso colocar a questão sobre se deixar perdurar abertamente uma empresa que não tem outra finalidade para além de captar a fortuna dos seguidores”. Fundada em 1954 pelo escritor de ficção científica norte-americano Ron Hubbard, a Igreja da Cientologia tem 12 milhões de membros em todo o Mundo. Com estatuto de religião nos Estados Unidos, a Cientologia é considerada uma seita em França. O processo em curso pode resultar na sua dissolução no país, em caso de condenação. O advogado da Igreja defende que “os comportamentos irregulares são ultra-minoritários no conjunto de todas as pessoas que formam Igreja da Cientologia. O deslize de uns não é suficiente para condenar todos”. Não é a primeira vez que os cientólogos se vêem perante a Justiça. Se em Espanha e na Alemanha foram abandonados dois processos, em França a Cientologia já foi multada e vários membros condenados por fraude.