Última hora

Em leitura:

Quotas leiteiras opõem Paris e Berlim à Comissão Europeia


Bélgica

Quotas leiteiras opõem Paris e Berlim à Comissão Europeia

Manter um sistema forte de regulação do sector leiteiro europeu é o objectivo de França, Alemanha e Áustria que procuram convencer os parceiros na reunião dos ministros europeus da Agricultura, hoje, em Bruxelas.

À entrada para a reunião, a comissária europeia da Agricultura recusou baixar as quotas leiteiras como pedem os agricultores, garantindo que o problema não está nas quotas mas na redução da procura. Mariann Fisher-Boel explica que discutir a questão das quotas não vai resolver nada, os agricultores é que têm de produzir menos. Bruxelas começou a aumentar progressivamente as quotas leiteiras com vista à sua supressão. Mas Paris e Berlim recusam que o sector fique à mercê da lei do mercado e querem ver suspensos novos aumentos. Michel Barnier, ministro francês da Agricultura, afirma: “Se podemos usar, e talvez melhorar, os mecanismos que temos, em termos de armazenamento, intervenção e apoio às exportações, podemos abordar a questão das quotas para que os agricultores compreendam que não conta apenas a lei do mercado”. O motor franco-alemão fez seis propostas aos parceiros, entre elas, a antecipação de um relatório de avaliação dos efeitos da supressão progressiva das quotas. Paris e Berlim sofrem a forte pressão dos seus produtores que, para além dos protestos dos últimos dias, ameaçam realizar uma “greve do leite” a nível europeu se não houver uma resposta urgente.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Produtores europeus exigem aumento do preço do leite