Última hora

Última hora

Violência no Punjab depois de ataque a templo sikh de Viena

Em leitura:

Violência no Punjab depois de ataque a templo sikh de Viena

Tamanho do texto Aa Aa

O Estado indiano do Punjab é palco de violentos motins depois do ataque a um templo sikh em Viena de Áustria.

Apesar do recolher obrigatório imposto pelas autoridades, multidões de manifestantes sikh saíram à rua em vários pontos do Punjab protagonizando violentos protestos que fizeram pelo menos dois mortos. Os manifestantes incendiaram um banco, várias viaturas e um comboio na cidade de Jalandhar, bastião da seita sikh Dera Sach Khand, à qual pertencia o guru morto no ataque de Viena. O primeiro-ministro Manmohan Singh, ele próprio um sikh, mostrou-se “profundamente preocupado” com a violência e apelou à calma. Os distúrbios em território indiano foram motivados pelo incidente de ontem na capital austríaca, que fez um morto e três dezenas de feridos. O ataque ao templo sikh terá sido motivado por uma querela entre diferentes seitas e foi perpetrado por seis homens armados. Os atacantes, quatro dos quais se encontram em estado grave, estão nas mãos das autoridades austríacas, que apontam para uma acção “planificada”.