Última hora

Última hora

Pyongyang continua os testes nuclares

Em leitura:

Pyongyang continua os testes nuclares

Tamanho do texto Aa Aa

Apesar das fortes pressões internacionais, a Coreia do Norte terá lançado novos tiros de mísseis balísticos menos de 24 horas depois do segundo ensaio nuclear que lhe valeu reacções de condenação generalizadas, incluindo da China e da Rússia.

As condenações ao teste nuclear realizado pela Coreia do Norte marcaram a abertura da reunião de ministros dos Negócios Estrangeiros da Ásia e da Europa (Asem) em Hanói. A partir do Vietnam a mensagem dos líderes asiáticos e europeus foi unâmime. “Aqui existe um acordo total sobre a Coreia do Norte, ninguém compreende a posição de Pypnyang que é vista como uma provocação e um perigo para a estabilidade da região” disse o ministro sueco dos Negócios Estrangeiros, Carl Bildt. Além do ensaio nuclear – o segundo e com uma potência semelhante à das bombas lançadas sobre Hiroshima e Nagasaki na II Guerra mundial, a Coreia do Norte disparou três mísseis de curto alcance. O Conselho de Segurança da ONU condenou ontem Pyonyang e prepara uma resolução que deve impor novas sanções ao regime. As autoridades norte coreanas começaram a desmantelar, em 2007, o seu programa nuclear em Yongbyon, mas suspendeu o processo. O objectivo será obrigar Obama a encetar conversações bilaterais.