Última hora

Última hora

Coreia do Norte desafia comunidade internacional

Em leitura:

Coreia do Norte desafia comunidade internacional

Tamanho do texto Aa Aa

A Coreia do Norte insiste em desafiar a comunidade internacional.

Pyongyang testou mais um míssil de curto alcance, depois de ontem ter lançado três engenhos do mesmo tipo na costa leste do país. O regime comunista norte-coreano começou esta segunda-feira a realizar experiências com mísseis e já fez um ensaio nuclear subterrâneo que foi condenado de forma unânime pelo conselho de sgurança da ONU. Um porta-voz da Casa Branca afirmou que “a Coreia do Norte vai pagar o preço pelo caminho que está a seguir caso não mude de atitude”. Pyongyang acusa Washington e Tóquio de manterem uma política hostil, como refere um responsável norte-coreano: “O que é importante é pôr fim à política hostil, em particular a dos Estados Unidos e a do Japão. Não temos outra intenção senão defendermo-nos”. A Coreia do Sul pretende juntar-se aos Estados Unidos para interceptar navios suspeitos de transportar armas de destruição de massa. Uma iniciativa vista pelo regime de Kim Jong Il como uma declaração de guerra. Washington acusa Pyonguyang de ter reaberto a fábrica de extracção de plutónio.