Última hora

Última hora

Pyongyang ameaça atacar Coreia do Sul

Em leitura:

Pyongyang ameaça atacar Coreia do Sul

Tamanho do texto Aa Aa

Nova demonstração de força da Coreia do Norte, que depois de efectuar dois testes nucleares nos últimos dias, ameaça agora atacar a vizinha Coreia do Sul.

A televisão pública norte-coreana difunde desde esta manhã estas imagens em contínuo, afirmando-se pronta a quebrar o armistício com o país vizinho firmado no início dos anos 50. Segundo algumas fontes o regime comunista terá reatado a produção de plutónio, ameaçando ripostar qualquer tentativa da comunidade internacional para aplicar sanções ao país. Uma guerra de nervos vista como uma estratégia do regime comunista para ocultar a crise económica e política no país, face à sucessão de Kim Jong Il, que se encontra gravemente doente. Países como a Rússia anunciaram ter tomado medidas preventivas face à possibilidade de um conflito nuclear. Para o porta-voz do governo japonês, “a atitude de Pyongyang representa um desafio directo ao Conselho de Segurança da ONU e às sanções aprovadas pelo organismo. É uma forma de forçar a ONU a voltar atrás, mas penso que a Coreia do Norte está a subestimar a determinação do conselho de segurança”. A crise entre as duas Coreias ocorre um mês depois de Pyongyang ter efectuado um primeiro teste com um míssil balístico. Desde então que o país suspendeu as negociações internacionais com vista ao desmantelamento do arsenal nuclear.