Última hora

Última hora

Coreia do Norte ameaça Coreia do Sul

Em leitura:

Coreia do Norte ameaça Coreia do Sul

Tamanho do texto Aa Aa

Tensão ao rubro na península coreana.

Indiferente à pressão internacional, a Coreia do Norte ameaça atacar a Coreia do Sul. O regime de Kim Jong Il diz que não reconhece o armistício assinado com Seúl em 1953. A fronteira entre os dois países está fechada desde Abril, após as condenações internacionais a um primeiro ensaio nuclear. O embaixador da Coreia do Norte foi chamado esta quarta-feira ao Ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia. O chefe da diplomacia de Moscovo, Sergei Lavrov, afirmou que o Conselho de Segurança da ONU “deve agir com firmeza e implementar medidas para impedir que o regime de não proliferação seja minado”. Pyongyang efectou esta segunda-feira um novo teste nuclear, o segundo desde 2006, e lançou cinco mísseis de curto alcance. Segundo os analistas, a atitude bélica do regime de Kim Jong-il é uma estratégia. Pyongyang estará a viver uma guerra interna pela sucessão do líder comunista e procura ofuscar os problemas económicos. Hoje, a televisão pública norte-coreana difundiu em contínuo imagens à glória do exército.