Última hora

Última hora

Defesa dos direitos dos ciganos europeus

Em leitura:

Defesa dos direitos dos ciganos europeus

Tamanho do texto Aa Aa

Pergunta: “Olá, chamo-me Alexia e gostaria de saber o que é que a Europa conta fazer para que os direitos das populações ciganas sejam respeitados, em cada um dos países da União Europeia.”

Resposta: “O meu nome é Ivan Ivanov, sou o director executivo da Agência Europeia de Informação Cigana, uma organização europeia de advocacia, sediada em Bruxelas. O que é que a União Europeia faz pela minoria cigana, na Europa… Eu diria que não faz muito, mas ao mesmo tempo também não se pode dizer que não é nada, sabe? Nos últimos anos, a União Europeia fez uma coisa muito importante: colocou o assunto dos ciganos na agenda europeia. O encontro, organizado em Setembro, sob a égide da presidência Francesa da União e da Comissão Europeia, indica claramente que o tema dos ciganos já está num nível elevado da agenda política da União. A adopção da Directiva sobre a Igualdade Racial é uma ferramenta forte, uma legislação muito forte, a qual, se for usada de forma efectiva, pode proteger a minoria cigana do racismo e da discriminação. Um outro plano, que os políticos europeus têm de prepara para os próximos dois ou três, é a criação da chamada Plataforma de Integração dos Ciganos.”