Última hora

Última hora

General Motors e Magna chegam a acordo de princípio sobre a Opel

Em leitura:

General Motors e Magna chegam a acordo de princípio sobre a Opel

Tamanho do texto Aa Aa

A General Motors e o fornecedor de componentes canadiano Magna chegaram a um acordo de princípio que pode abrir o caminho para uma solução que permita salvar o construtor automóvel alemão, Opel.

Conseguido o acordo, as partes tentam agora avançar o mais possível nos detalhes antes do encontro de hoje à noite com a chanceler Angela Merkel que foi entretanto adiado por umas horas por causa das conversações entre a GM e a Magna. O entendimento abre a porta a um empréstimo de urgência do governo alemão de mil e quinhentos milhões de euros para a Opel continuar a trabalhar. Mas é também necessária uma solução para proteger os activos de uma eventual falência da casa-mãe americana. A Magna ficou sozinha como único potencial investidor depois da saída da Fiat. O construtor italiano retirou-se esta sexta-feira, considerando que a emergência da situação, com a Opel a pedir mais 300 milhões de euros em ajudas imediatas, era um risco demasiado grande para a Fiat. Nas reuniões de hoje em Berlim deve ficar a ser conhecido o futuro da Opel que ainda têm a pairar sobre si o risco de insolvência. O construtor, há 80 anos nas mãos da General Motors emprega 25 mil pessoas na Alemanha e 50 mil em toda a Europa.