Última hora

Última hora

Meio milhar de pessoas abandonam "ferry" em alto mar

Em leitura:

Meio milhar de pessoas abandonam "ferry" em alto mar

Tamanho do texto Aa Aa

Um incêndio provocou o pânico a bordo de um “ferry” italiano que fazia a ligação entre Nápoles e Palermo, na Sicília. Não houve feridos mas os mais de 500 passageiros, incluindo 65 crianças não ganharam para o susto. Duas mulheres, uma delas grávida, e três homens foram enviados para o hospital em estado de choque, depois de terem abandonado a embarcação em botes salva-vidas.

Um testemunha explica o que viveu. Diz que “as equipas de socorro utilizaram espuma para extinguir as chamas e que num primeiro momento tudo parecia ter terminado e o barco continuou a viagem. Mas depois”, diz a testemunha, “o fumo ficou muito denso e negro. Quase não conseguíamos respirar. Todo o barco ficou coberto pelo fumo. Foi então que nos deram ordem para descer até aos salva-vidas”. O sinistro foi declarado por volta das 4 da manhã no porão para os automóveis do “ferry” Vincenzo Florio, a 46 quilómetros de distância da costa siciliana. Os passageiros foram depois resgatados por um outro “ferry” e por uma embarcação da guarda costeira.