Última hora

Última hora

Palestinianos optimistas após reunião de Abbas com Obama

Em leitura:

Palestinianos optimistas após reunião de Abbas com Obama

Tamanho do texto Aa Aa

A autoridade palestiniana mostra-se optimista com o compromisso, reafirmado ontem por Barack Obama relativo à retoma do roteiro para a paz no Médio Oriente. O presidente norte-americano recebeu ontem em Washington o líder da autoridade palestiniana Mahmoud Abbas, ao lado do qual voltou a exigir a Israel a suspensão imedidata da expansão das colónias na Cisjordânia.

Um passo essencial, segundo Obama, no caminho para a criação de um estado palestiniano. Uma posição que continua a ser mal acolhida em Israel, onde o porta-voz do governo voltou a apostar na ambiguidade, ao afirmar que, “o primeiro-ministro Nethaniau compromete-se a não expandir as colónias admitindo no entanto que estas possam prosseguir o seu crescimento normal”. Mahmoud Abbas entregou ontem a Obama um plano de paz baseado nas propostas norte-americana e da liga árabe, onde o fim das colónias é apontado como uma condição essencial para iniciar negociações. Para um habitante de Rhamallah, “sem resultados concretos sobre o terreno, as declarações de Washington não passarão de meras intenções”. Outro afirma que Obama, “tem de aumentar a pressão sobre Israel para que desmantele as colónias de forma a atacar o problema pela raíz”. Obama lança-se assim com determinação num projecto no qual até hoje todos os seus antecessores falharam. Em Israel, o governo de Nethaniau terá de escolher entre o seu aliado internacional, e a base política nacional, oposta a qualquer negociação.