Última hora

Última hora

Tensão crescente da península sul coreana

Em leitura:

Tensão crescente da península sul coreana

Tamanho do texto Aa Aa

Coreia da Norte mantém o tom de desafio à comunidade internacional, advertindo que tomará medidas de “legítima defesa” caso se concretizem as ameaças de sanções das Nações Unidas contra Pyongyang.

Em comunicado, o governo fez saber que qualquer acto hostil do Conselho será considerado uma ruptura de armistício’, numa referência ao acordo de cessar-fogo assinado entre as duas Coreias que pôs fim à guerra de 1950-1953. Mais de uma centena de embarcações chinesas deixaram as águas do Mar Ocidental depois da ameaça das autoridades norte coreanas. Segundo fontes do Ministério da Defesa sul-coreano, os barcos chineses que operam perto da linha de demarcação militar marítima entre as duas Coreias começaram a retirar-se ontem da zona, desconhecendo-se se na consequência de um pedido expresso da Coreia do Norte. No princípio da semana havia cerca de 280 embarcações chinesas a pescar caranguejos nessa zona do Mar Ocidental, também conhecido por Mar Amarelo, mas agora há apenas 140, de acordo com a agência. Todavia, na perspectiva do gabinete da Presidência sul-coreana, “a retirada de algumas das embarcações não é sinal de hostilidades iminentes”.