Última hora

Em leitura:

A derradeira tentativa da GM para evitar a falência


EUA

A derradeira tentativa da GM para evitar a falência

A declaração de falência do gigante norte-americano General Motors (GM) parece ser inevitável.
 
Os credores da construtora automóvel deverão pronunciar-se hoje sobre a derradeira proposta da companhia de trocar 27 mil milhões de dólares de dívida por 10% do capital.
 
Segundo algumas fontes, a proposta não reúne o apoio da maioria dos credores e deverá ser rejeitada. 
 
O prazo dado pelo governo para que a empresa apresente um plano de reestruturação, termina esta segunda-feira, e salvo supresa de última hora, o futuro da GM deverá passar pela nacionalização.
 
A declaração de falência vai colocar a empresa sob a tutela do Estado que está pronto a injectar mais 30 mil milhões de dólares, numa manobra que abre caminho a uma nacionalização da companhia.
 
A antiga número 1 mundial que emprega mais de 90 mil trabalhadores nos Estados Unidos acumula uma dívida superior a 85 mil milhões de dólares.
 
As acções da GM registaram ontem um mínimo histórico em Wall Street ao serem transacionadas a menos de um dólar.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

tradução automática

tradução automática

tradução automática

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

EUA não vão deixar Coreia do Norte sem resposta