Última hora

Última hora

Eleições parlamentares na Ossétia do Sul

Em leitura:

Eleições parlamentares na Ossétia do Sul

Tamanho do texto Aa Aa

A Ossétia do Sul vai hoje a votos para eleger os seus 34 deputados. A república separatista da Geórgia é apoiada por Moscovo que reconheceu a independência depois da guerra de cinco dias travada em Agosto do ano passado com as tropas de Tbilissi. Além da Rússia, apenas a Nicarágua reconheceu a independência da Ossétia do Sul.

A oposição acusa o presidente Eduard Kokoity de querer alcançar uma maioria de dois terços para mudar a constituição e recandidatar-se a um terceiro mandato. Uma acusação que é refutada pela presidência. Longe da política, um sul-osseta fala em viver com dignidade, o que só é possível através do voto. Já uma habitante da capital, Tshkinvali, deposita muitas esperanças no futuro e no trabalho dos deputados que espera provem o seu valor. A república secessionista conta oficialmente com 70 mil habitantes mas a oposição estima que a região perdeu mais de metade dos residentes devido à guerra. A Rússia injectou muito dinheiro para a reconstrução da Ossétia do Sul mas suspeita-se que ande a ser desviado para outros fins.