Última hora

Última hora

Novo protesto de professores em Lisboa

Em leitura:

Novo protesto de professores em Lisboa

Tamanho do texto Aa Aa

Os professores portugueses regressaram às ruas de Lisboa. Entre 50 a 80 mil docentes manifestaram-se novamente contra o estatuto da carreira e a avaliação de desempenho propostos pelo governo. O longo período eleitoral que Portugal vive actualmente serviu para pressionar o governo socialista.

Mário Nogueira, FENPROF: “Nós não podemos admitir que a próxima legislatura volte a funcionar num quadro de maioria absoluta. (…) Há é gente como o eng. Sócrates e a ministra Lurdes Rodrigues que não sabem governar com maioria absoluta.” Para a ministra da Educação, o facto de se realizarem três actos eleitorais até ao final do ano pode ser esclarecedor para os portugueses Maria de Lurdes Rodrigues, Ministra da Educação: “O período eleitoral que se vive e que se vai prolongar por algum tempo é um período óptimo para que todos os partidos políticos se possam posicionar, possam esclarecer a população portuguesa sobre o que na realidade pensam sobre muitos aspectos concretos e objectivos da política educativa.” Esta foi a terceira manifestação de professores em Lisboa desde o início do ano lectivo. Em Novembro saíram à rua 120 mil docentes e em Março cerca de cem mil.