Última hora

Última hora

Principais razões para a falência da GM

Em leitura:

Principais razões para a falência da GM

Tamanho do texto Aa Aa

São muitas e variadas as razões que levaram à falência da General Motors, mas os analistas apontam cinco os motivos principais que levaram à decisão anunciada esta segunda-feira.

A primeira é a drástica subida dos preços dos combustíveis, que afectou todo o sector automóvel mundial. O construtor automóvel norte-americano foi um dos mais prejudicados por concentrar grande parte da produção em veículos de grande consumo. A crise económica é a segunda grande razão apontada. As vendas da GM caíram para entre 10 e 11 milhões de veículos ligeiros num ano, o que gera uma importante falta de liquidez. Com a crise no sector bancário, a gigante norte-americana acabou por se encontrar num beco sem saída. Por um lado não podia aceder ao crédito para ter liquidez. Por outro, estas restrições de crédito impediram os particulares de investir em veículos novos. Os chamados Legacy Costs, ou custos de legado, isto é os custos relativos aos serviços de saúde e pensões de reforma de milhares de empregados. Para cada trabalhador da GM há 10 pessoas dependentes, definidos como trabalhadores na reforma e respectivas famílias. Estima-se que estes custos atinjam os 2000 dólares por cada carro produzido. Enquanto nos anos 80 companhias como a Toyota apostaram na melhoria das técnicas de produção e na qualidade dos seus produtos, a GM decidiu apostar na automatização das suas fábricas. A consequência mais visível desta estratégia foi um decréscimo qualitativo dos veículos produzidos. Apesar dos recentes esforços para reconquistar mercado, a marca nunca conseguiu afastar-se da imagem de produtora de automóveis caros e, por vezes, de qualidade dúbia. Fundada em 1908, a General Motors possibilitou a milhares de trabalhadores americanos ascenderem à classe média. Nos seus tempos áureos transformou Detroit na Silicon Valley da época e foi durante décadas o símbolo do talento e inovação americanos. Quando parecia começar a ganhar algumas batalhas na guerra contra a crise declarou falência.