Fechar
Login
Por favor, introduza os seus dados de login

Skip to main content

Pergunta: “Olá. Gostaria de saber quais seriam as vossas soluções para poder assegurar a independência da Europa em matéria de aprovisionamento energético.”

Resposta de Philippe Lamberts, membro dos Verdes Europeus: “Assegurar a independência energética… eis um desafio à medida da União Europeia. Etapa a etapa, aí chegaremos. É preciso que nos juntemos, que tenhamos uma política energética integrada, para chegarmos a essa independência. E quais são os componentes destas políticas energéticas? São, antes demais, as energias renováveis – um dos três grandes pilares de uma política energética que nos permita assegurar verdadeiramente a nossa independência. Sabe? O sol, o vento… são recursos aos quais temos acesso directo. Não se trata de petróleo ou do urânio que tenhamos de importar. Trata-se de um recurso que está imediatamente disponível para os europeus. O segundo elemento de uma estratégia de independência energética é a eficácia energética – da qual se fala menos. Os edifícios são as grandes causas das perdas de energia, na Europa – temos esforços a fazer. Por fim, o terceiro pilar da estratégia energética é: deixar de fazer coisas inúteis. Deixar de transportar 15 milhões de litros de leite da França para a Alemanha, e 13 milhões da Alemanha para a França. Parar de desperdiçar metade da nossa produção alimentar sem que ela seja sequer comida; um terço da nossa produção de água potável; ou 60% da nossa produção energética. Estas perdas e estes desperdícios que fazemos numa forma de vida que não é la muito sustentável.. é preciso mudar isso também…”

Copyright © 2014 euronews

Mais informação sobre