Última hora

Última hora

Sector dos serviços dá indicadores positivos

Em leitura:

Sector dos serviços dá indicadores positivos

Tamanho do texto Aa Aa

O sector dos serviços da Zona Euro apresenta indicadores positivos mas há questões que permanecem e que bloqueiam o crescimento.

O ritmo de contracção nesta área voltou a desacelerar em Maio. O índice PMI, que mede as expectativas de uma área fundamental da economia europeia disparou em Maio para o maior nível dos últimos quinze meses, passando de 43,8 por cento em Abril para 44,8 em Maio. Em contraste os dados do Eurostat mostram que no primeiro trimestre do ano, o consumo privado desceu 0,5% e que as exportações recuaram 8,1%, enquanto as importações sofreram uma quebra de 7,2%. Esta situação deve-se também ao crescente e preocupante número do desemprego na Europa. Christine Lagarde, Ministra das Finanças francesa, explica que esta é uma crise em três etapas, uma financeira, uma económica e uma social. E acrescenta que é esta etapa social que deixa mais marcas e que vai ser a mais dolorosa para os cidadãos. Enquanto nos Estados Unidos foi confirmado o despedimento, em Maio, de mais de quinhentas mil pessoas, os mais optimistas preferem olhar para as estimativas que anunciam um segundo trimestre de dois mil e nove mais positivo. Em todo o caso não se espera uma verdadeira reviravolta antes de 2010.