Última hora

Última hora

A Turquia e a União Europeia

Em leitura:

A Turquia e a União Europeia

Tamanho do texto Aa Aa

Pergunta: “A União Europeia está pronta a integrar um país não-cristão, como a Turquia?”

Resposta: “Penso que sim. Mas temos de perceber que isso depende da Turquia e de nós próprios. Ambas devem estebelecer as suas condições. Temos de dizer aos turcos, com os nossos valores: ‘por favor, continuem a modernizar-se, garantam o respeito dos valores democráticos fundamentais, quer seja nas prisões, nos tribunais, quer se seja mulher ou homem. Todos devem ter os mesmos direitos em toda a Turquia. Também há problemas fundamentais na vossa liberdade, nos vossos direitos fundametais à liberdade. Tudo isso precisa de ser resolvido na Turquia antes de começarmos a discutir quando e como.’ Portanto, o meu ponto de visto face à Turquia é: ‘nós respeitamo-vos, vocês são uma grande nação, têm uma cultura fantásticas e uma grande história. Queremos colaborar mais profundamente convosco. Prometam-nos que vão fazer estas reformas e nós, pela nossa parte, vamos fazer todos os possívels para convencer os cidadãos europeus de que temos um futuro comum. Portanto, não é uma questão de fechar as portas. É uma questão de abrir a portas e de fazer exigências no sentido da demiocracia e do humanismo, de parte a parte. Só depois é que poderemos fazer progressos.”