Última hora

Última hora

A Europa e a imigração

Em leitura:

A Europa e a imigração

Tamanho do texto Aa Aa

Pergunta: “Que papel pensam que a União Europeia devia ter na gestão e na assistência aos imigrante e aos refugiados, especialmente aos que vêm do Mediterrâneo, tendo em conta o que aconteceu entre a Itália e Malta? Porque não é só um problema para os Estados membros directamente envolvidos. Já que não ha fronteiras na União Europeia o problema é de toda a União. Qual é a vossa solução para evitar uma Europa fortaleza?

Resposta de Graham Watson, líder da bancada liberal no Parlamento Europeu: “Muitas pessoas estão preocupadas com a imigração. Vêem imagens, na televisão, de hordas de pessoas que atravessam o Mediterrâneo em pequenos barcos e de certa forma receiam ser invadidas por imigrantes. O que não percebem é que, a menos que as pessoas tenham a oportunidade de uma vida melhor no local de onde vêm, muitas vão tentar procurar uma vida melhor – tal como os nossos antepassados fizeram, quando povoaram a América, o Canadá, a Austrália… etc. A única forma de lidar com a questão dos movimentos populacionais é lidando com os conflitos, as doenças e a devastação ambiental que afectam tantos países em África, na Ásia e em muitos outros sítios. E a menos que façamos do desenvolvimento uma prioridade – dando aos povos de todos os países do mundo um nível de vida decente e a esperança de uma vida melhor para os filhos -, vamos continuar a assisitir ao movimento de um grande número de pessoas que, de outra forma, não seria necessário.”