Última hora

Última hora

Checos devem penalizar governo nas europeias

Em leitura:

Checos devem penalizar governo nas europeias

Tamanho do texto Aa Aa

Um dos estados membros mais cépticos da União Europeia, a República Checa vai às urnas para escolher os seus representantes no Parlamento europeu. Um escrutínio visto localmente como um verdadeiro teste político após a recente queda do governo de Mirek Topolanek em plena presidência rotativa da União Europeia.

Cerca de oito milhões de eleitores vão escolher 22 deputados europeus a partir de 32 listas. Os dois maiores partidos checos são o liberal ODS do antigo primeiro-ministroTopolanek e o social democrata CSSD de Jiri Parubek. O resultado é esperado em Praga como um indicador para as eleições legislativas antecipadas previstas em Outubro, depois do governo de centro-direita dirigido por Mirek Topolanek ter sido demitido no final de Março, na sequência de uma moção de censura apresentada pelos sociais-democratas.