Última hora

Última hora

Países bálticos: Lituânia: Conservadores do governo vencem europeias

Em leitura:

Países bálticos: Lituânia: Conservadores do governo vencem europeias

Tamanho do texto Aa Aa

Com 26% de votos, o Partido Conservador do primeiro-ministro Andrius Kubilius ganhou as eleições na Lituânia.
 
Este resultado garante aos conservadores quatro dos 12 lugares que o país, que chegou à União Europeia no alargamento de 2004,  tem direito no Parlamento Europeu.
 
Os sociais-democratas ficaram na segunda posição, com praticamente 19% dos votos e três mandatos em Estrasburgo e os populistas do partido Ordem e Justiça, com 12,5% do sufrágio terão direito a dois mandatos.
 
 
Oposição vence na Estónia
 
Na Estónia, foi o maior partido da oposição, o Partido do Centro,  quem venceu as eleições europeias.
 
O liberal Partido das Reformas, do chefe do governo, Andrus Ansip, conseguiu apenas um dos seis lugares de deputados que cabem a este pequeno país do báltico, de 1,3 milhões de habitantes.
 
Os outros cinco deputados são distribuídos pelo partido Pro Patria, pelo Res Publica, pelos sociais-democratas e por um candidato independente.