Última hora

Última hora

Humilhação histórica do Labour

Em leitura:

Humilhação histórica do Labour

Tamanho do texto Aa Aa

O Labour de Gordon Brown sofreu uma das maiores humilhações na história dos socialistas britânicos. Rrecolheu o terceiro maior número de votos atrás dos conservadores e dos euroscépitos do UKIP.

Afectado por seis deserções no seu executivo e a preparar uma remodelação governamental, Brown permanece estoico num barco político à beira do naufrágio. “O que pensariam os cidadãos se agora numa altura de necessidade nós os abandonassemos? Nós permanecemos com eles”, garantiu Brown. Os conservadores de David Cameron foram os grandes vencedores das europeias que se desenrolaram na 5 feira e têm agora boas perspectivas de voltar ao poder depois de o terem perdido em 1997. Recolheram 29 , seguidos pelo Partido da Independência do Reino Unido (UKIP) com 17. O Labour surgiu depois com 15 %. Os trabalhistas foram em parte afectados pelo escândalo das despesas parlamentares e a contestação interna à liderança de Brown. Na quarta posição e em ascensão posicionou-se o Partido Nacional Britânico (BNP). A formação de extrema-direita conseguiu pela primeira vez representação no parlamento europeu com dois eurodeputados.