Última hora

Última hora

Irlanda do Norte: Tribunal cível condena membros do IRA Verdadeiro

Em leitura:

Irlanda do Norte: Tribunal cível condena membros do IRA Verdadeiro

Tamanho do texto Aa Aa

Onze anos depois do atentado mais mortífero na Irlanda do Norte, a justiça condenou, num processo cível, quatro réus a indemnizarem os familiares das vítimas em 1,8 milhões de euros. Para o pai de uma das vítimas esta sentença “é uma mensagem para os terroristas pois a partir deste momento devem preocupar-se não só com as autoridades mas também com os familiares das vítimas que vão persegui-los até ao fim.”

Os representantes das vítimas sentiram uma frustração tremenda porque os processos penais terminaram sem condenações.

Em Agosto de 1998, um grupo dissidente do Exército Republicano Irlandês, auto-intitulado IRA Verdadeiro, fez explodir um veículo na localidade de Omagh, matando 29 pessoa e ferindo mais de duas centenas. O atentado tinha como objectivo fazer descarrilar o processo de paz.