Última hora

Última hora

Verdes com resultado histórico

Em leitura:

Verdes com resultado histórico

Tamanho do texto Aa Aa

A europa acordou mais verde, esta manhã. Se os conservadores reforçaram a presença no hemiciclo de Estrasburgo, os ecologistas foram os outros grandes vencedores, com uma votação histórica em grande parte dos Estados-membros, ao conseguir eleger 56 deputados.

A vitória foi particularmente saborosa em França, onde a coligação ecologista foi a terceira força mais votada, com 16%, muito próxima do Partido Socialista. Esta onda verde tem uma cara: Daniel Cohn-Bendit, uma das figuras de proa do Maio de 68 e actual líder europeu dos verdes. No hemiciclo, Cohn-Bendit quer dar o tudo por tudo para tirar Durão Barroso da Comissão Europeia: “Há uma possibilidade de uma aliança entre grupos autónomos, no Parlamento Europeu, para que se faça uma certa política e se crie uma maioria contra o Sr. Barroso. É isso que eu proponho e é isso que se vai fazer. Penso que é possível conseguir-se essa maioria. A França e a Alemanha representam metade dos deputados verdes no novo Parlamento Europeu. Na Alemanha, a lista verde, encabeçada por Claudia Roth, foi também a terceira mais votada.