Última hora

Última hora

Fiat tem 20% da nova Chrysler

Em leitura:

Fiat tem 20% da nova Chrysler

Tamanho do texto Aa Aa

A nova Chrysler acaba de nascer. É agora oficial o controlo da construtora automóvel por um consórcio em que a Fiat tem uma fatia que, embora minoritária, permite ao presidente Sergio Marchionne ser também o homem-forte da nova empresa.

A constituição deste consórcio segue-se à abertura de falência da construtora histórica norte-americana, a primeira de um gigante automóvel, a que se seguiu a da General Motors. A Fiat tem uma fatia de 20%. O Estado norte-americano tem cerca de 10% e o canadiano cerca de 2,5%. O resto do capital é detido pelo fundo de pensões do UAW, o principal sindicato do sector automóvel nos Estados Unidos. A via para esta nova Chrysler foi aberta terça-feira, quando um tribunal rejeitou o pedido, feito pelo fundo de pensões do Estado do Indiana, para impedir a venda. A Fiat pode vir a aumentar a fatia, mas só pode deter a maioria do capital quando todo o dinheiro dos contribuintes americanos tiver sido reembolsado. O governo contribuiu com vários milhares de milhões de dólares.