Última hora

Última hora

"Morte da economia" da Letónia

Em leitura:

"Morte da economia" da Letónia

Tamanho do texto Aa Aa

A Letónia esta a viver um processe de “morte económica”, para usar a expressão do Presidente da República, Valdis Zatlers.

A contracção da economia, este ano, já vai nos 18 por cento e as autoridades lançaram mais um apelo, para o reforço da ajuda financeira internacional. O primeiro-ministro esteve em Bruxelas e pediu à União mais 1,2 mil milhões de euros, de emergência. Foram entretanto adoptadas medidas de excepção, para evitar o colapso, anunciadas pelo chefe do executivo:: “Ontem, o governo tomou a decisão de fazer nova correcção fiscal, no valor de 500 milhões de lats, para 2009, de forma a garantir a continuação da ajuda financeira internacional”. O comissário europeu, Joaquin Almúnia advertiu para o perigo de a moeda nacional desaparecer. No mesmo sentido, as agências internacionais de notação dizem que a desvalorização monetária é inevitável. O presidente dramatiza e acusa o governo de inércia, quando diz que a situação se resolvera por si própria. A Suécia esta procupada pelo grau de exposição de alguns dos seus bancos às economias do Báltico.