Última hora

Última hora

Visita de Kadhafi gera contestacao em Italia

Em leitura:

Visita de Kadhafi gera contestacao em Italia

Tamanho do texto Aa Aa

Muammar Kadhafi disse em Roma que a página do passado colonial foi virada, mas a primeira visita do líder líbio a Itália é tudo menos consensual.

Kadhafi foi recebido com pompa e circunstância pelo primeiro-ministro Silvio Berlusconi, que no ano passado apresentou desculpas pela ocupação italiana e se comprometeu com uma indemnização de mais de três mil e quinhentos milhões de euros à Líbia, sob forma de investimentos, durante os próximos 25 anos. Il Cavaliere ignorou, tal como o presidente Giorgio Napolitano, a picardia de Kadhafi, que se fez acompanhar de uma fotografia e do filho de Omar Al- Mokhtar, herói da resistência líbia morto pelo regime fascista de Mussolini. Se o mundo dos negócios vê possibilidades de investimentos em tempos de crise, várias organizações estudantis e de defesa dos direitos humanos protestam contra a visita do líder líbio. A oposição italiana conseguiu mesmo impedir o discurso previsto para hoje no Senado, transferido para uma sala anexa. Os recentes acordos que se traduzem no envio para a costa líbia de imigrantes interceptados em águas italianas, denunciados nomeadamente pela ONU, também motivam vários protestos.