Última hora

Última hora

Última manifestação intersindical antes das férias de Verão em França

Em leitura:

Última manifestação intersindical antes das férias de Verão em França

Tamanho do texto Aa Aa

Quinta e última manifestação intersindical desde o início da crise e antes das férias de Verão em França, este sábado.

As ruas de Toulouse, no sudoeste francês, foram invadidas por entre duas mil pessoas, de acordo com a polícia, e seis mil, de acordo com os organizadores. A marcha foi liderada pelos empregados do fabricante de equipamento automóvel Molex, que deverá fechar as portas em Outubro. Um representante do sindicato CFDT defende que “a manifestação mostra que os trabalhadores continuam mobilizados contra as medidas do governo que obrigam os empregados a pagar o impacto da crise que os próprios dirigentes criaram e mostrar que os trabalhadores não fazem greve apenas para não trabalhar”, concluiu. As manifestações deste sábado ficam, no entanto, marcadas por sinais de ruptura entre os diferentes sindicatos. Estes sinais acabam por ter uma influência directa em relação à mobilização dos manifestantes. As primeiras estimativas apontam para uma importante redução do número de pessoas que deverão sair às ruas. Mais de um milhão de manifestantes participou na última acção de protesto intersindical, no dia 01 de Maio.