Última hora

Última hora

Extrema-direita israelita pressiona Netanyahu

Em leitura:

Extrema-direita israelita pressiona Netanyahu

Tamanho do texto Aa Aa

A poucas horas de proferir o tão esperado discurso sobre a sua visão do processo de paz israelo-palestiniano, Benjamin Netanyahu não escapa às pressões do eleitorado.

Um grupo de apoiantes da extrema-direita israelita e de jovens colonos organizou uma manifestação junto à sede do governo em Jerusalém para pedir ao executivo que não ceda às pressões da administração norte-americana. Um manifestante afirma ser um “residente do Estado de Israel” que veio “pedir ao primeiro-ministro que se mantenha firme contra a pressão dos Estados Unidos e de Hussein Obama e dizer-lhe simplesmente que todo o Estado de Israel pertence à nação israelita há várias gerações.” Antes do início da manifestação, activistas da extrema-direita colaram cartazes um pouco por toda a cidade nos quais acusam Obama de ser anti-semita e de odiar os judeus. Na fotomontagem pode ver-se o presidente norte-americano a tradicional Kafiyah árabe.